EnglishFrenchGermanItalianPortuguesRussianSpanish
Home / Normas Técnicas / PESQUISA DO INMETRO REVELA: PRODUTOS EFICIENTES ESTÃO NA PREFERÊNCIA DO BRASILEIRO

PESQUISA DO INMETRO REVELA: PRODUTOS EFICIENTES ESTÃO NA PREFERÊNCIA DO BRASILEIRO

Segundo estudo nacional, segurança também está em alta entre os consumidores, que pagariam 10% a mais por um produto com selo do Inmetro.

O brasileiro está preocupado com o consumo responsável de energia e a segurança dos produtos. É o que revela a Pesquisa Anual de Imagem do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) em dez estados.

O estudo identificou que 62,1% dos consumidores preferem produtos com a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE), aquela colorida que classifica de A a E, e que 92% dos entrevistados afirmam conhecer a etiqueta nos eletroeletrônicos. A pesquisa, encomendada ao Instituto MDA, conveniado à Universidade de Lavras (MG), foi realizada entre os dias 19 de janeiro e 12 de fevereiro deste ano, e ouviu 3.387 pessoas de 10 estados de todas as regiões do país, com idade a partir de 16 anos, com objetivo de avaliar o hábito de compras da população e a opinião da sociedade sobre a atuação do Instituto. Quando o tema é segurança a pesquisa destaca que 65,1% dos entrevistados dariam preferência a artigos com o selo de identificação da conformidade do Inmetro, que avalia a segurança dos produtos, mesmo que fossem de marcas não conhecidas. Esse valor registrou crescimento de 13,4% em relação à pesquisa do ano passado. Outro dado que chamou a atenção foi que 61,4% preferem produtos com o selo mesmo que tenham de pagar 10% a mais por isso. “Priorizar a avaliação do Inmetro entre outros atributos na hora de decidir a compra, como marca e preço, é sinal que o trabalho que o Instituto vem realizando tem atingido a população, que está cada vez mais consciente na hora de comprar. Esse é o melhor reconhecimento ao trabalho do Inmetro”, resume Silvio Ghelman, chefe da Divisão de Gestão Corporativa (Dgcor), responsável pela pesquisa. O estudo aponta, porém, um comportamento preocupante do consumidor. Ao mesmo tempo em que a maioria se importa em checar o selo do Inmetro em eletrodomésticos (59,8%) e brinquedos (55,7%), 32,1% dos entrevistados afirmaram já ter adquirido um produto no mercado informal, em camelô, nos últimos 12 meses, sendo que 37,1% compraram brinquedos e 19,4%, artigos escolares. “As pesquisas dão subsídios para identificar a percepção da sociedade em geral e contribuem para o Inmetro aperfeiçoar regulamentos, processos, produtos e serviços, de acordo com as sugestões apontadas”, reiterou Ghelman. O levantamento revela ainda que 86,9% dos consumidores brasileiros confiam Elaboração: Departamento de Políticas de Comércio e Serviços – Secretaria de Comércio e Serviços 4 “As ideias e opiniões expostas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores e podem não refletir a opinião da Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.” no Inmetro, dentre os que conhecem ou ouviram falar do Instituto (81,2% dos entrevistados). Aprovado – O Padrão Brasileiro de Plugues e Tomadas também foi abordado na entrevista: entre os que conhecem o Padrão (89,7%), 79,4% o consideram mais seguro. Com relação à necessidade de adaptação ao Padrão, 55,6% dos entrevistados afirmaram ter trocado alguma tomada da casa e 23,3% fizeram uma nova instalação elétrica em sua residência. Dentre os entrevistados que precisaram fazer uma troca de tomada ou uma nova instalação, apenas 11,9% tiveram alguma dificuldade no processo.
Fonte: Revista Fator Brasil

http://www.revistafatorbrasil.com.br/ver_noticia.php?not=296264

Sobre Sandro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *