EnglishFrenchGermanItalianPortuguesRussianSpanish
Home / Galeria de Fotos / Eventos / OBSERVATÓRIO DA GASTRONOMIA É CRIADO EM SP

OBSERVATÓRIO DA GASTRONOMIA É CRIADO EM SP

UMA ÓTIMA NOTÍCIA PARA O MUNDO DA GASTRONOMIA

Criado por Decreto Municipal o Observatório da Gastronomia da Cidade de São Paulo, no âmbito da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, cuja Secretária Municipal de Trabalho e Empreendedorismo é a vereadora licenciada da cidade de São Paulo e empresária Aline Cardoso, graduada e pós-graduada em Relações Internacionais.

Chef Laurent Suaudeau, a Secretária Aline Cardoso e João Carlos Peres, presidente do SINDAL

O lançamento oficial foi no dia 16 de outubro, das 19h às 22h, com as presenças de muitas autoridades, personalidades do cenário paulistano da gastronomia e da imprensa especializada, associações  e cerca de 250 convidados Vips.

O evento de lançamento aconteceu em um ambiente cultural, ‘a Praça das Artes, num prédio restaurado no Centro de SP, na Avenida São João 281 e ligado ao Teatro Municipal

Reunião inicial para amadurecer a ideia do Observatório Gastronômico, a Professora Zenir Dalla Costa, do SENAC GASTRONOMIA SP, durante ao SIRHA 2018.

A Secretária Aline Cardoso, o chef Laurent Suadeau, João Carlos Peres, presidente do SINDAL, o chef e editor André Bocatto, hoje coordenador do programa

A SMTE tem como missão:

  • Implantar programas voltados à promoção da segurança alimentar, do desenvolvimento econômico com inclusão social e geração de renda.

  • Apoiar atividades empreendedoras e capacitação de talentos.

  • Assegurar a implementação da política de segurança alimentar do município.

PROGRAMAS DESENVOLVIDOS

Cozinha Escola

Desenvolve ações de educação alimentar e nutricional no contexto de realização do direito humano à alimentação adequada e da garantia da segurança alimentar.

Banco de Alimentos

Combate ao desperdício: captação de alimentos fora do padrão para venda e próprios para consumo e distribuição às entidades cadastradas, beneficiando famílias em vulnerabilidade social.

Produção e oferta de Alimentos Saudáveis

Apoio técnico aos agricultores; fomento à produção de orgânicos; ampliação do número de feiras orgânicas.

Qualificação Profissional

Desenvolvimento do Plano Municipal de Qualificação Profissional; mais de 9 mil capacitações em diversos programas e formatos.

Ambiente de Negócios e Empreendedorismo

Fomento ao empreendedorismo; formalização de MEIs; atendimento descentralizado ao empreendedor; eventos e capacitações voltadas ao empreendedorismo.

Nova Economia & Economia Criativa

Apoio às vocações da cidade e profissões do futuro; mais de 2 mil capacitações em cursos como audiovisual, sonoplastia, gastronomia e desenvolvimento de aplicativos.

POR QUE CRIAR UM OBSERVATÓRIO DA GASTRONOMIA?

A vocação da cidade de São Paulo para a gastronomia remonta desde o início do século XX, com a chegada de imigrantes dos mais diversos países. Povos que trouxeram na bagagem suas receitas e temperos, transformando São Paulo num caldeirão gastronômico multicultural, repleto de influências e sotaques.

Mais de um século depois, São Paulo é hoje reconhecida pela tradição gastronômica.

Esta vocação é uma grande oportunidade de desenvolvimento econômico para a cidade.

PROMOÇÃO DA CIDADE SÃO PAULO

Segunda cidade do mundo com maior número de restaurantes (a primeira é Nova Iorque);

Figura entre as 10 cidades mais importantes do ponto de vista gastronômico, de acordo com o Guia Michelin;

Em 2018, recebeu o título de Capital da Gastronomia pelo SIRHA (Salon Internacional de la Restauration, de l’hôtellerie et de l’ Alimentation) – evento bienal internacional para profissionais de food service e hotelaria.

Assim como o título de Capital Ibero-Americana da Cultura Gastronômica 2018, concedida pela Academia Ibero-Americana de Gastronomia.

“São Paulo Capital Mundial da Gastronomia” – Em 1995, a Câmara Municipal de São Paulo criou por Resolução um grupo de trabalho de vereadores que aprovou por unanimidade a oficialização que prepararia a cidade para receber este título. Foi criada uma “Comissão de Honra das Nações”, constituída por representantes oficiais de 40 países e 10 Entidades Civis Internacionais ligadas à gastronomia e ao turismo, que trabalharam no levantamento de todas as cozinhas representadas na cidade.

Em 1997, durante a 10ª edição do Congresso Internacional de Gastronomia, Hospitalidade e Turismo da ABRESI, reunindo os empresários de todas as regiões do Brasil, empresas do segmento e autoridades da área, a Comissão de Honra das Nações outorgou o título de “Capital Mundial da Gastronomia” à Cidade de São Paulo. Na mesma ocasião, o título foi outorgado à Paris, na categoria “hors-concours”, e a Nova Iorque, Tóquio, Roma, Madrid, Lisboa, Cidade do México e Buenos Aires. De todas as cidades homenageadas, São Paulo é a que possuía o maior número de cozinhas internacionais representadas, legitimada, portanto, a receber o título na condição de real Capital Mundial da Gastronomia. A CMSP entrega anualmente o “TROFÉU SÃO PAULO CAPITAL MUNDIAL DA GASTRONOMIA”, em concurso público para trabalhos divulgados na mídia voltadas ‘a gastronomia da cidade O Troféu é entregue numa Sessão Solene e coquetel muito prestigiado.

CONCEITO DO OBSERVATÓRIO DA GASTRONOMIA

Espaço de articulação e ação voltado ao fortalecimento da cadeia gastronômica, trabalhando em conjunto com todos aqueles que atuam na gastronomia, potencializando os aspectos ligados à economia, cultura e sustentabilidade.

Criado por Decreto Municipal, o Observatório da Gastronomia é de todos!

Conta com o poder público, a sociedade civil e o setor privado.

Várias organizações da Prefeitura estão envolvidas nessa iniciativa e uma área para a coordenação do Observatório foi construída na SMTE.

As atividades do Observatório se organizam em comitês temáticos de trabalho

PILARES DO OBSERVATÓRIO

Negócios e Talentos :Identificar e potencializar as oportunidades de negócios e qualificação de talentos na cadeia gastronômica.

Segurança Alimentar e Nutricional: Atuar em todos os elos da cadeia, no combate ao desperdício, na produção sustentável, na adequação da legislação sanitária e no acesso à alimentação de qualidade.

Imagem de São Paulo: Fortalecimento e consolidação da imagem da cidade enquanto capital mundial da gastronomia.

Cultura e Cidadania: Promover o intercâmbio entre a cultura gastronômica paulistana e a mundial. Trabalhar a gastronomia como ferramenta de impacto social.

Identidade e imagem

AÇÃO

Selo Cidade Criativa – UNESCO:

  • Realização do Simpósio “Cidades criativas em gastronomia pelo selo UNESCO”, na arena Cozinhando com Palavras, Bienal Internacional do Livro 2018.

  • Criação do Museu da Alimentação

  • Patrimônio Gastronômico de São Paulo:

  • Premiação de pratos de patrimônio gastronômico; divulgação através de livro:

  • Publicação do livro “O gosto paulistano – foto expedição gastronômica aos patrimônios alimentares da cidade”.

  • Realização do simpósio “Pratos símbolo de São Paulo”, na arena Cozinhando com Palavras, Bienal Internacional do Livro 2018.

IMPORTÂNCIA

  • Reconhecimento internacional

  • Fomentar o Turismo.

  • Dignificar o espírito criativo do empreendedor paulistano.

Sobre Sindal

Entidade sindical patronal da indústria do Estado de São Paulo, oficializada pelo MTE em 25 de janeiro de 1999, o SINDAL congrega, defende e representa os interesses das empresas que se dedicam à atividade econômica de projetar, fabricar, montar, suprir e dar manutenção em equipamentos e produtos para cozinhas profissionais e para a infraestrutura física de produção de alimentos servidos pelo setor do foodservice em geral.

Veja também

EI, NONNA OLHA! AS SUAS MASSAS ESTÃO NO YOUTUBE

Ei Nonna, guarda! Le sue masse sono su YouTube Uma cineasta está tentando preservar a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *