EnglishFrenchGermanItalianPortuguesRussianSpanish
Home / Feiras e Eventos / MADERO INAUGURA COMPLEXO GASTRONÔMICO DE R$ 40 MILHÕES NA SP 280
Perspectiva da Ecoparada Madero (Foto: KRD Arquitetura/divulgação)

MADERO INAUGURA COMPLEXO GASTRONÔMICO DE R$ 40 MILHÕES NA SP 280

O grupo Madero entrou nesta semana no setor de restaurantes de beira de estrada, com a inauguração de uma loja-conceito no quilômetro 44 da rodovia Presidente Castello Branco, perto de Araçariguama (SP), sentido interior.

O grupo paranaense Madero inaugura hoje, 16/12/20, a primeira operação multimarcas em estradas, uma investida de R$ 40 milhões em um complexo gastronômico com posto de combustíveis na Rodovia Castello Branco, que liga a capital ao Oeste do estado, próximo à cidade paulista de Araçariguama. A ideia é concorrer principalmente com a rede Graal de postos e centros de conveniência, dona de 50 operações espalhadas pelo país, em rodovias de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio de Janeiro. O Graal tem três unidades na Castello Branco.

A Ecoparada Madero começou a ser planejada há dois anos como um novo braço de investimentos do grupo, reunindo em um só espaço as já conhecidas marcas Madero e Jeronimo em novos formatos junto de postos de combustíveis. No novo negócio estarão as variações de Madero Burger (hambúrgueres clássicos), Chicken (frango frito no balde), Grill & Salad (carnes e pratos variados), Empório (comida caseira) e Café. A marca Jeronimo também terá duas operações no complexo, com os cardápios tradicionais já oferecidos.

O empresário Junior Durski, dono da rede Madero (Imagem: Divulgação)

O chef e fundador do grupo, Junior Durski, diz que a unidade é “o grande projeto da minha vida.

Em entrevista ao Bom Gourmet Negócios, o CEO do grupo, Junior Durski, afirma que identificou uma forte demanda deste tipo de operação nas estradas brasileiras, com opções e atendimento diferenciado do que existe atualmente.

“A motivação principal foi a vontade de levar comida de qualidade, saborosa e saudável para as rodovias do Brasil, atendendo as necessidades de diferentes públicos e a forte demanda deste segmento de negócio. O potencial está na geração de empregos, promoção de iniciativas sustentáveis nos negócios do Grupo Madero, abertura de mercado e expansão de novos negócios”, disse.

A nova operação é totalmente administrada pelo grupo, com a criação de 300 empregos diretos.

Por que SP?

A Ecoparada Madero pretende atender cerca de 5 mil clientes por dia, em uma área de 5 mil metros quadrados com 422 lugares sentados e 193 vagas de carros, vans e ônibus. No local já funcionava um posto de combustíveis da bandeira Shell, que foi comprado pelo grupo e incorporado à nova operação.

Segundo Durki, a escolha da rodovia paulista para esta primeira unidade se deu pelo grande fluxo de veículos, já que a via liga a capital ao interior do estado. Por lá circulam cerca de 215 mil veículos ao dia.

“Acredito que será um divisor de águas para rodovias, não do Brasil, mas do mundo. O projeto é inovador, vamos mudar o conceito de uma simples parada no posto de gasolina para se alimentar”, afirmou. O grupo diz que o complexo de restaurantes segue padrões ESG (sigla, em inglês, para padrões ambientais, sociais e de governança), com iniciativas para a preservação do meio ambiente.

Por exemplo, a utilização de uma composteira para coletar todo o lixo orgânico produzido e a captação de água da chuva para reúso nos banheiros e nos jardins.

Em março deste ano, Junior afirmou que pretendia abrir 50 complexos pelo país, quantidade igual ao concorrente Graal.

Serviços

Além do complexo gastronômico e do posto de combustíveis a Ecoparada Madero terá bicicletário, espaço kids, espaço pet e banheiro família, além de sistema de carregamento de baterias de carros elétricos, wifi gratuito e caixas eletrônicos 24 horas. A Ecoparada Madero abre as portas nesta quarta (16).

ASSOCIADA PRÁTICA KLIMAQUIP FORNECEU EQUIPAMENTOS PARA O PROJETO

https://www.praticabr.com

Sobre Sindal

Entidade sindical patronal da indústria do Estado de São Paulo, oficializada pelo MTE em 25 de janeiro de 1999, o SINDAL congrega, defende e representa os interesses das empresas que se dedicam à atividade econômica de projetar, fabricar, montar, suprir e dar manutenção em equipamentos e produtos para cozinhas profissionais e para a infraestrutura física de produção de alimentos servidos pelo setor do foodservice em geral.

Veja também

STARBUCKS ABRE PRIMEIRA LOJA DRIVE-THRU NO BRASIL

17 fev, 2021 Depois de investir nos pedidos por aplicativo e no delivery, a rede …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *